Portal em manutenção!

Informamos que este portal está em manutenção.

Qualquer serviço por meio deste sistema deverá ser solicitado através dos telefones (31) 3516-5190 / (34) 3225-9700 ou pelo e-mail: atendimento@goodlife.com.br e ouvidoria@goodlife.com.br.

Atendimento ao Beneficiário 24h

(31) 3516-5190 | 0800-941-3900
apenas telefone fixo

Menu

Conheça as Campanhas de Saúde do Segundo Semestre

img-noticia

Setembro vermelho, Outubro Rosa, Novembro Azul: O que são esses meses coloridos?
Os meses coloridos, ou campanhas de conscientização, são a cada ano mais divulgados, ganhando apoio de governos, várias personalidades e empresas.

Falar sobre as doenças, é trazer o cuidado para o dia a dia das pessoas. Os objetivos dessas campanhas é educar a população, promover o debate e visibilidade sobre as doenças, e assim proporcionar apoio; prevenção; desmistificando o tratamento; difundindo avanços técnico-científicos e, dando um diagnóstico precoce, que como nos casos de câncer de mama, aumenta significativamente as chances de cura.

Origem das fitas das campanhas de conscientização.

As campanhas como conhecemos hoje, começaram sua evolução em 1991, com a campanha de conscientização da AIDS (1° de dezembro, dia mundial de combate a AIDS), quando doze artistas se reuniram em Nova Iorque para criar um símbolo para o movimento, que viria a ser a fita vermelha, inspirada em fitas amarelas que eram atadas a árvores em apoio às famílias de militares norte-americanos que lutavam na Guerra do Golfo.

Em pouco tempo a fita ganhou a adesão de inúmeros artistas, aparecendo em diversos eventos como o Oscar™ por exemplo. Pouco tempo depois, o símbolo foi adotado também pela campanha de prevenção ao câncer de mama, onde a fita ganhou a cor rosa, e mais tarde, usada na cor azul pela campanha Moustache November, a campanha contra o câncer de próstata.

Além das fitas e dos dias, meses inteiros passaram a ser dedicados às campanhas, cada um com uma cor, tornando o calendário concorrido, pois várias campanhas, cores e doenças diferentes passaram dividir atenção em um único mês. Hoje é comum também prédios e monumentos ganharem iluminação colorida especial em alusão ao apoio às causas, e até mesmo marcas demonstram esse apoio ao mudarem a cor de seus logos nesse período.

QUAIS SÃO AS CAMPANHAS NESSE FIM DE ANO?

Como a lista é longa, separamos para você as principais campanhas que serão lembradas nesses últimos meses do ano:

Setembro Amarelo – Mês de prevenção do suicídio.

O dia 10 de setembro é o dia Mundial da Prevenção do Suicídio. Por isso foi escolhido o mês de setembro para essa campanha brasileira iniciada em 2015. Ela é uma iniciativa do Centro de Valorização da Vida, Conselho Federal de Medicina e Associação Brasileira de Psiquiatria. Precisamos falar sobre Suicídio, depressão e sofrimento de transtornos mentais, A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que no mundo inteiro, a cada 40 segundos, alguém interrompe a própria vida. 

Setembro Vermelho – Saúde do coração

29 de setembro é comemorado o Dia Mundial do Coração, data criada em 2000 pela Federação Mundial do Coração com apoio da ONU. No Brasil, levando em conta essa data o Instituto Lado a Lado pela Vida, criou em 2014, a campanha “Siga seu Coração”, na qual as doenças cardíacas passaram a ter visibilidade durante todo o mês. Você sabia que apenas quatro atitudes podem evitar 80% das doenças cardíacas? Essas ações envolvem não fumar, praticar atividade física, ter uma dieta equilibrada e evitar o consumo de álcool.

Setembro Dourado – conscientização sobre o câncer infanto-juvenil

A campanha é promovida pela Confederação Nacional das Instituições de Apoio e Assistência à Criança e ao Adolescente com Câncer (Coniacc). É um alerta aos pais, em prol do diagnóstico precoce do câncer infantil. Sintomas podem ser confusos e parecer com de outras doenças, alguns dos sintomas passam por vômitos, dor de cabeça constante, perda de peso, caroços, estrabismo, embranquecimento da pupila, palidez e dores nos membros e inchaços sem qualquer sinal de infecção ou trauma. O diagnóstico feito cedo e o tratamento imediato, levam a 70% as chances de cura do câncer em crianças e jovens.

Setembro Verde - conscientização sobre a doação de órgãos

Durante todo o mês, o Ministério da Saúde e ONGs realizam ações para conscientizar sobre a importância da doação de órgãos. O "Setembro Verde" lembra que, no Brasil, cerca de 33 mil pessoas aguardam transplante, segundo a Associação Brasileira de Transplante de Órgãos (ABTO).

OUTUBRO É ROSA!

A campanha Outubro Rosa com certeza é a mais conhecida! Lançada na década de 1990, ela tem o foco na prevenção e conscientização do Câncer de Mama, principal tipo de tumor que acomete a saúde feminina. O objetivo é reforçar as recomendações do Ministério da Saúde para o diagnóstico precoce do câncer de mama, além de desmistificar conceitos em relação à doença ao enfatizar que as mulheres conheçam suas próprias mamas.

Há vários tipos de câncer de mama: unilateral ou bilateral, os que desenvolvem de forma lenta ou não, mas a palavra de ordem é sempre a mesma: prevenir por meio de uma vigilância através das mamografias. Atualmente, o câncer de mama corresponde por cerca de 28% dos relatos de câncer no Brasil.

NOVEMBRO É A VEZ DELES

O mês de novembro é marcado pela campanha do Novembro Azul, também conhecida como “Movember”, um trocadilho em inglês da palavra November com o M que representa tanto Man como Mustache, respectivamente homem e bigode em inglês. A campanha surgiu para levar ao público masculino a se conscientizar sobre o Câncer de próstata. Dia 17 de Novembro é a data oficial do Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata.

O câncer de Próstata é o sexto tipo de câncer mais comum no homem e a maioria das ocorrências é de homens com mais de 65 anos. Mas fiquem atentos: embora seja mais comum em homens, mulheres também podem ser acometidas por esse tipo de tumor.

Fontes:

https://www.worldaidsday.org/the-red-ribbon

https://www.ladoaladopelavida.org.br/setembro-vermelho

http://www.setembrodourado.org.br/

 

 

Política de privacidade

A Good Life Saúde elaborou essa política de privacidade para informar o público de forma clara e transparente sobre como as informações colhidas aqui no site são utilizadas. É uma atenção legítima e um respeito aos usuários em relação a privacidade e segurança de todos aqueles que acessam o site e inserem algum tipo de informação nos formulários de contato.

Que informações reunimos?

Os dados coletados são basicamente nome, e-mail, telefone, número da carteira de identificação do beneficiário Good Life. Esses dados servem para diversos fins dentro da empresa, como ações de marketing, atualização de cadastro, entre outras. Elas são utilizadas com o objetivo de personalizar os conteúdos de acordo com o perfil do usuário que visita o site e identificar sua necessidade para que possamos melhorar continuamente o atendimento.

Essas informações são fornecidas de forma voluntária e espontânea pelo usuário, salvo informações que sejam obrigatórias em formulários de cadastro, e-mails e afins.

Como e por quem são compartilhadas ou utilizadas as informações obtidas?

As informações colhidas são de uso exclusivo da Good Life. Só serão utilizadas para outros fins se houver autorização expressa por parte do usuário.

Sob hipótese alguma a Good Life fornece qualquer dos dados coletados no site a parceiros, patrocinadores, anunciantes do site. Nenhuma informação pessoal é comercializada pela Good Life e essas informações prestam tão somente a fornecer dados que servirão de base para a produção de conteúdo, ações e aperfeiçoamentos do atendimento da empresa aos seus beneficiários.

Política de segurança Good Life

A Good Life conta com alta tecnologia em seu site para garantir a segurança e privacidade das informações pessoais fornecidas pelo usuário, evitando sua perda, seu uso indevido, as possíveis alterações e ao acesso não autorizado.

Periodicamente, a equipe de desenvolvedores responsável pelo site da Good Life avalia os procedimentos de segurança e privacidade adotados, buscando novas ações para ampliar a segurança prestada às informações colhidas.

Porém, apesar de todos os esforços e cuidados adotados, não é possível garantir 100% de segurança nas transmissões via Internet. Dessa forma, a decisão final pelo fornecimento dos dados necessários nas páginas do site da Good Life, é pessoal do usuário.

Mais informações sobre privacidade na Internet

- Diante da possibilidade de alterações na Política de Privacidade do site Good Life, recomendamos que a mesma seja lida com atenção e de forma periódica;
- Não recomendamos o fornecimento de senhas e dados de acesso a áreas restritas a terceiros;
- Recomendamos que as senhas cadastradas não sejam excessivamente óbvias e simples de se descobrir;
- E-mails só serão encaminhados a usuários que tiverem fornecido, voluntariamente, seus endereços eletrônicos e, caso desejem, poderão ser interrompidas por solicitação do usuário.

Para mais esclarecimentos, dúvidas, sugestões ou questionamentos, envie e-mail para: comunicacao@goodlife.com.br